Hannibal: série vs filme

Bom, o pessoal do mundo das séries, os fissurados e até os não muito chegados, já devem ter ouvido falar sobre a nova série do canal AXN, que foi ao ar em abril desse ano: Hannibal.

hannibal-la-serie-de-television-de-asesinos-en-serio-que-amenaza-con-jubilar-a-dexter_110413_1365689602_87_

Claro, obviamente, a associação direta aos clássicos filmes do Dr. Hannibal Lecter foi feita e, logo, muita expectativa surgiu em cima da série “Será que vai ser tão boa quantos os filmes?” ou “Ah, sem o Anthony Hopkins no papel do Dr. Lecter, como estamos acostumados, vai perder totalmente a credibilidade”. Confesso que esses eram meus primeiros pensamentos sobre a série, quando uma amiga minha veio me dar a notícia de que haveria um seriado sobre o serial killer, que eu tanto gosto.

Bom, vou tentar fazer uma análise sobre os filmes e sobre o que eu estou achando da série, vamos lá…

São quatro os filmes lançados sobre o Dr. Hannibal Lecter:

O silêncio dos inocentes (The silent of the lambs) de 1991, foi o primeiro filme com Hopkins no papel de Lecter (isso porque anteriormente já havia outra versão de Dragão Vermelho, de 1986, primeira adaptação de Thomas Harris, autor dos livros, para o cinema, com Brian Cox no papel principal), dirigido por Jonathan Demme. O filme conta a história da jovem agente do FBI Clarice Starling (Jodie Foster), que com a intenção de capturar um assassino de mulheres que está a solta se vê obrigada a entrar na mente de um serial killer, bom e como ela faz isso? Entrevistando nada mais, nada menos que o mais perspicaz, inteligente e violento dos psicopatas, o nosso querido Hannibal, que está preso há mais de oito anos, sob pena de prisão perpétua por nove assassinatos. Bom, seguindo as pistas do Doutor psicopata, Clarice faz sua carreira no FBI e recebe várias estrelinhas por conseguir capturar o assassino de mulheres, exceto, é claro, se o nosso queridinho não tivesse planejado uma ardilosa fuga que lhe rendeu a liberdade ilegal ao fim do filme… Preso um, solto outro.

Aqui nesse link do youtube você encontra o trailer do filme, vale a pena conferir se você ainda não assistiu.

HannibalLecter

O próximo filme é Hannibal, lançado em 2001, com direção de Ridley Scott. Sete anos após a fuga do Dr. Lecter, que vive tranquilamente solto pelas ruas da Europa, na continuação de O silêncio Dos Inocentes, a agente do FBI, Clarice Starling, agora é interpretada por Julianne Moore. O filme mostra a luta de Mason Verger, uma das vítimas de Hannibal que teve o rosto completamente desfigurado, para se vingar do assassino, e para isso ele usa como isca a agente Clarice, como meio de chamar a atenção e trazer para perto o serial killer. O que teria dado muito certo, se o senhor Mason, de fato, fosse mais inteligente que o Dr. Lecter. O filme acaba com, novamente, a fuga de Hannibal, carregando nos braços a agente Starling, e depois de cortar a própria mão, para se livrar das algemas, foge, compra uma passagem aérea e se manda pra longe.

Veja o trailer de Hannibal aqui.

Na sequência cronológica de lançamento, o seguinte é Dragão Vermelho, 2002, uma refilmagem sob direção de Bret Ratner. E tcharan, é nesse filme que se baseia a série. No roteiro, Hannibal está preso (diferentemente da série, onde ele ainda não foi desmascarado como serial killer) e é procurado pelo agente Will Graham (melhor interpretado pelo Hugh Dancy, da série, na minha humilde opinião, ♥ ) que procura obter informações sobre um sobre um serial killer que está a solta. Porém, ao passo que consegue suas informações, o que Graham não sabe é que Hannibal passa detalhes de sua vida e família ao assassino procurado.

Veja o trailer de Dragão Vermelho aqui.

O último filme, que na verdade é o primeiro, que conta a origem de tudo é Hannibal: A Origem do Mal, de 2007, com direção de Peter Webber. Pouco após o fim da segunda Guerra Mundial, Hannibal assiste de perto a morte dos pais. Orfão, é mandado para um orfanato soviético, pouco tempo depois parte para Paris, atrás do tio, mas é recebido pela Sra Murasaki, uma viúva muito bonita e misteriosa, que lhe dá atenção e carinho necessários. Lecter decide estudar Medicina, especializando-se posteriormente em psiquiatria, como meio de aumentar suas habilidades…

E o trailer de Hannibal, a Origem do Mal

Feito um breve resumo de todos os filmes, vamos agora ao seriado…

Comecei a assistir como quem não quer nada, sem criar grandes expectativas… E confesso que no segundo episódio eu já estava totalmente fissurada na série, apesar de fugir um pouco o roteiro dos filmes, onde Hannibal ou estava preso ou sendo procurado por seus crimes, no seriado ele é conhecido por ser um psiquiatra de gosto muito refinado, tanto na culinária, quanto na música. E o ator Mads Mikkelsen está se saindo muito bem ao interpretar Hannibal Lecter, estou quase convencida de que foi uma melhor opção que Hopkins…

O seriado está na primeira temporada e conta agora com 13 episódios, a história gira em torno de Will Graham (Hugh Dancy), um ex detetive que dá aulas sobre assassinos, assassinatos, cenas de crime e afins… Que é procurado por Jack Crawford (Laurence Fishburne) para lhe ajudar numa série de assassinatos.  Pouco sociável e inconstante, segundo sua colega, por quem tem um considerável afeto, Alana Bloom, ele começa a enfrentar psicologicamente a pressão de estar nas cenas dos crimes e revivê-las como protagonista do mesmo. Cada vez mais ele se aprofunda no papel de se colocar no lugar do assassino e a pensar como ele, imaginando como ele teria feito o trabalho, detalhe por detalhe, e isso começa a mexer com o seu consciente, ele passa a ter pesadelos, especialmente comvisões de Garret Jacob Hobes, um dos assassinos que ele capturou e inclusive matou com alguns tiros. Will passa a ter de lidar com o fato de ter matado uma pessoa, e sua visões passam a ser mais frequentes, inclusive, lapsos de memória e sonanbulismo, ele começa a conversar com o Dr. Lecter(interpretado por Mads Mikkelsen), psiquiatra procurado para ajudar em um dos casos e que desde então mantém contato com Will e Jack, dando conselhos para um e para outro, e começa a contar o que tem passado, sobre suas alucinações, pesadelos, sobre ter se sentido bem ao atirar no assassino que matou… Hannibal vê aí uma oportunidade de bagunçar, ainda mais, a cabeça do jovem agente especial, fazendo ao poucos Will acreditar que tem relação direta nos crimes, fazendo ele duvidar de si mesmo quanto a isso, sendo que na verdade a maioria dos crimes cometidos é pelo próprio psiquiatra…

Bom, o seriado ainda está em andamento, ele é extremamente forte, em relação às cenas dos crimes, e angustiante porque você nunca sabe o que pode acontecer durante os episódios e só consegue torcer para que Will realmente não se deixe levar pelo seu psiquiatra e que não mate ninguém em um de seus lapsos ou enquanto estiver sonâmbulo, ou daydreamming.

Assiste ao trailer da série: 

O elenco

Hannibal

E vocês, já conheciam a série?

Se sim, o que estão achando? Deixe a sua opinião aqui nos comentários!

E se ainda não conhece, fica a dica caso esteja a procura de uma série boa e de qualidade, e o mesmo também vale para os filmes! (:

Espero que tenham gostado,

Até mais!

Anúncios

4 comentários sobre “Hannibal: série vs filme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s