Quase Verdade

DSC00897

Bom, primeiro quero pedir desculpas pela demora de vir atualizar o blog, os dias estavam meio corridos e, segundo que o post sobre a resenha de cada um dos livros novos que integraram à prateleira esse mês (desse post aqui) vai ter que esperar mais um ou dois dias para ser feito, isso porque resolvi começar pelo livro de contos do Caio, então, ainda nem faço ideia de como resenhar vários contos….

E pra começar a me redimir melhor, vim fazer a apresentação de um livro que eu li há alguns verões, que achei muito legal e que vale a pena a leitura, até por ser fácil e rápido de ler, é um daqueles romancezinhos gostosos quando você quer relaxar e ler algo leve.

O título do livro é Quase Verdade, foi lançado em 2011 pela editora Casa da Palavra, e são duas as autoras: Jennifer Kaufman e Karen Mack.

   A protagonista do comédia romântica é Cassie, que aos 30 anos se encontra víuva, sem diploma, sem dinheiro e com a auto estima completamente arruinada. Embora viúva, não se sente mal pela morte do marido, seu casamento estava péssimo, sabia que não desejava que o marido estivesse morto, mas também sabia que não aceitaria passar a vida sofrendo pelo acidente. Sem o marido, decide ir morar com a mãe, e leva junto consigo seu papagaio Sam, por quem tem um enorme afeto, considerando-o muito mais que apenas um animal de estimação, como se ele conseguisse entender seus sentimentos.

Em busca de emprego, a Cassie começa a pensar nas suas qualificações, nunca fora uma aluna brilhante mas que, mesmo com dislexia e dificuldades de aprendizado, conseguiu se formar. Vendo que a situação é crítica pra quem não tem diploma universitário, Cassie resolve acrescentar uma ”pequena” mentira em seu currículo dizendo que é graduada em Psicologia, e logo em seguida consegue um emprego para trabalhar na sala de xerox de uma universidade. Ao começar a ter contato com os estudantes e pessoas de um nível cultural mais elevado, sente-se atraída pelos livros e pelo conhecimento, e dentro desse mundo acadêmico acaba conhecendo o professor Conner, lindo e charmoso, e Alysson, uma secretária irritante mas que tem um irmão lindo da qual chama a atenção de Cassie.

Apesar de saber que a qualquer momento sua mentira pode vir a tona, ela se sente bem ao conviver com essas novas pessoas e com o novo ambiente, começa a sair mais, se arrumar mais, a ir em festas sociais, a ter atitude e a falar melhor. Descobre um mundo inteiramente desconhecido até então e passa a fazer parte dele, passa a acreditar na sua ”quase verdade” e a acreditar em coisas novas, aprende a amar de novo. E claro como toda boa comédia romântica bom humor não falta, mas até quando a mentira vai estar ao lado de Cassie?

Como eu já disse, é uma leitura muito agradável, e faz com que você se apaixone por todos os detalhes, passa a ver que a vida é mais do que a zona de conforto onde estamos parados, que tem muito mais para viver fora dessa ”bolha” diária onde preferimos ficar. O livro é sobre superar limites e se auto descobrir, bem humorado, poético, com filosofias e contato com a natureza.

 É um livro que vale muito a pena ler, então fica  a minha dica de leitura, espero que tenham gostado da apresentação e que tenham ficado com vontade de lê-lo.

Caso alguém já tenha lido, deixa um comentário com a sua opinião sobre a obra. (:

Com carinho,

Débora. 

Anúncios

2 comentários sobre “Quase Verdade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s